inscreva-se

CBMFC 2019 || Cuiabá - MT

Programação Científica Preliminar

A comissão científica agradece o envio das propostas de temas, atividades e palestrantes através do formulário que esteve disponível até o início de dezembro/18.

Foram recebidas 477 sugestões e a comissão está em fase final de avaliação e elaboração as atividades.

Confira os temas que serão abordados na grade científica:


Conferências e grandes mesas

  • Violência e Atenção Primária à Saúde
  • Desafio da APS no SUS
  • Provimento e fixação de recursos humanos em saúde: o papel da MFC
  • Segurança do paciente na APS
  • APS no cenário mundial pós declaração de Astana
  • Mergulhando fundo nas emoções: conhecer o que o outro sente faz todo o sentido
  • O futuro da MFC


Atualizações Clínicas

  • Tabagismo
  • Profilaxia Pré exposição ao HIV (PreP)
  • Profilaxia pós exposição ao HIV (PEP)
  • Vacina HPV
  • Vacina Influenza
  • Tuberculose
  • Sifilis
  • Dengue
  • Litíase urinária
  • Hanseníase
  • Avaliação do risco risco cardiovascular
  • Tratamento de úlcera venosa
  • Manejo da dor pélvica
  • Doença coronariana da APS
  • Etilismo
  • Fadiga
  • Anticoagulação na APS
  • HAS as novas diretrizes estão adequadas
  • Sinais e sintomas oncológicos em crianças na APS
  • Intercorrência na amamentação
  • Acompanhamento pós cirurgia bariátrica
  • Vitamina D mitos e evidências
  • O que é Prevenção Combinada
  • Saúde mental na área rural
  • Uso de opioides na APS
  • O MFC e o HIV
  • Manejo da psicose na APS
  • Asma na infância
  • DPOC
  • Osteoartrite
  • Queda de cabelo
  • Cefaléia na APS
  • Tosse crônica
  • Avaliação e Manejo do paciente grave em áreas rurais e remotas
  • Gravidez em menores de 18 anos na APS
  • Cuidados especiais às pessoas transsexuais
  • Poluição do ar é o novo tabaco
  • DM 2
  • Estomaterapia
  • Violência na criança
  • Cuidados paliativos na roça


Mesas-redondas

  • Modelos de remuneração na APS
  • Parceria publico privadas na APS: é possível? Como evitar repetir os erros da atenção especializada
  • Choosing wisely, Slow Medicine e P4 na prática da APS
  • Instrumentos de avaliação de qualidade
  • Quais os avanços necessários a ESF para se manter como uma estratégia de sucesso?
  • Quais as áreas prioritárias de concentração para organização do R3 de MFC 
  • Como distorções da P4 podem impactar negativamente nas condutas clínicas dos MFC
  • Medicina e narrativa: contos e contrapontos
  • Cuidado de pessoas em situação de rua 
  • Fakenews e saúde
  • A missão social das escolas médicas e das residências: qual o papel da medicina de família e comunidade na formação dos futuros profissionais?
  • Abordagem multidisciplinar em saúde da população negra
  • Avaliação do médico residente
  • Abordagem da saúde do trabalhador na APS
  • Competências para abordagem da espiritualidade na RMMFC
  • Dor do corpo, dor da alma
  • Construção da identidade negra e as relações raciais na assistência a saúde
  • Fitoterapia e plantas medicinais na APS
  • O mundo está aquecendo: qual o papel do MFC neste contexto?
  • Ensino da Prevenção Quaternária em tempos de medicina defensiva
  • Mestrado e doutorado em APS/SF no Brasil: onde estamos e pra onde caminhamos?
  • Barreiras para fazer pesquisa na graduação: Como superá-las?
  • Experiências da Atenção domiciliar na APS (SUS e SS)
  • Hanseníase na APS
  • Confidencialidade do registro médico na ESF
  • Agência Nacional de Saúde e o incentivo a APS na saúde suplementar
  • Evidências científicas do uso terapêutico de canabinoides
  • Ensinando auto-percepção - ferramentas para o MFC na Graduação e Residência


Ted Talks

  • Amor ao centro: cuidado integral e espiritualidade na Atenção Primária
  • Arte e medicina
  • Preceptoria centrada no residente
  • No ar e ao vivo.  A promoção e prevenção nas ondas do rádio e nas redes
  • PICs e P4
  • Conversa com inteligência artificial aplicada a atenção primária em saude
  • Acesso avançado: estratégias da gestão para melhorar e homogeneizar o acesso na APS, uma experiência de Florianópolis
  • Interiorização da RMFC e estratégias de ocupação das vagas
  • Estilos de aprendizagem e espiritualidade: adquirindo competências, desenvolvendo transcendência
  • Apresentação da proposta da CIAP-3
  • Apoio matricial em dor na APS
  • Monitoramento da qualidade de referências: como otimizar?
  • Mercantilização da doença
  • Burnout em médicos de família: o que os gestores poderiam fazer?
  • Coordenação do cuidado de adolescentes privados de liberdade - vivências de uma residente
  • Wearables, internet das coisas e P4
  • Comunicação não violenta: uma saída em consultas difíceis
  • É possível ensinar empatia?
  • Doutor, vim para fazer um check up! - Essa frase te assusta?
  • Rural Seeds, graduação, residência e jovens médicos: semeando a saúde rural do futuro
  • Como escrever uma revisão clínica
  • Método de desmame de benzodiazepínicos
  • Identidade profissional e compaixão
  • Saúde da população negra
  • O uso do design como ferramenta de estruturação de programas de residência
  • Quando o cuidado nos chama: exercendo o cuidado integral em situacoes de vulnerabilidade social
  • Acesso e cuidado das pessoas surdas na APS
  • Como se manter atualizado
  • Plano de parto


Rodas de conversa

  • O idoso em área rural, vulnerabilidade e isolamento, na perspectiva multidisciplinar
  • De Hahnneman à McWhinney: sitematizadores de especialidades médicas semelhantes
  • O ensino do método clínico centrado na pessoa desafios e potencialidades
  • O TCC como vetor para pesquisa científica em PRMs
  • Gestão de programas de residência em MFC
  • Implantação das PICs na APS
  • O cuidado da população trans: que ferramentas o MFC pode carregar em sua maleta?
  • Você compartilha o cuidado?
  • Violência doméstica em áreas rurais
  • Características de um prontuário eletrônico para a APS
  • Saúde mental: como encontrar equilíbrio e assertividade na abordagem terapêutica. Nem medicalização da vida, nem negligência do cuidado
  • Dos programas de saúde ao cuidado integral e as tecnologias da informação?
  • Pesquisa participativa em APS
  • Abordagem da gestação não desejada na APS
  • Atestado Médico: mitos, verdades e responsabilidade do MFC
  • GAP geracional e o ensino de MFC: unindo gerações


Oficina

  • Futuro da RBMFC: caminho para indexações internacionais
  • Inserção de DIU
  • MFC nas urgências (APS e outros serviços)
  • Curso(s) de formação de preceptores em MFC
  • Mediação de conflitos entre profissionais na APS
  • Construção de currículos para MFC na graduação e no internato
  • Mindfulness na APS - possibilidades de implementação
  • A família e a pessoal LGBT: construção coletiva de propostas de intervenção
  • Implantação de APS na saúde suplementar
  • Engajamento horizontal: como profissionais e estudantes podem fomentar uma APS de qualidade
  • Interações em pacientes complexos
  • Abordagem comunitária
  • Abordagem familiar na APS - do sintoma ao sistema
  • Entendendo e aplicando a “Educação médica centrada no educando”: um paralelo do Método Clínico Centrado na Pessoa
  • Educação permanente em AD
  • ECG na APS
  • Habilidade na comunicação de más notícias
  • Abordagem dos transtornos mentais comuns
  • Necessidades de saúde e demandas ocultas de homens na APS
  • Metodologia científica em APS a partir de revisões por pares de artigos
  • Homem com homem, mulher com mulher: o que você precisa saber e outras conversas sobre pessoas homossexuais
  • Abordagem da espiritualidade na Prática Centrada na Pessoa
  • Como transformar a agenda em instrumento aliado do cuidado
  • Condições sensíveis à Atenção Primária no software R com o pacote csapAIH
  • Melhoria da qualidade da formação em Medicina de Família e Comunidade - refletindo com o Movimento Waynakay Brasil
  • Abordagem de grupos na APS
  • Grupo Balint
  • Medicina musculoesquelética
  • Conversando sobre e finitude da vida
  • IX Encontro Nacional de Ligas de Acadêmicas de MFC
  • Competência e humildade cultural: como individualizar o cuidado incluindo o contexto
  • Abordando raça no consultório. E sua consulta tem cor?
  • "Só tenho inveja da longevidade e dos orgasmos múltiplos" sexualidade masculina
  • O que te sustenta?: Intervenções breves e suporte à resiliência como ferramentas para o cuidado integral
  • Entrevista motivacional
  • Uso racional de psicotrópicos na APS
  • Feedback e preceptoria em um minuto: avaliação formativa e educação signitivicativa no cotidiano da RM de MFC
  • Health Literacy: o papel do MFC no empoderamento do usuário sobre seus problemas de saúde
  • Monitoramento e avaliação de qualidade do serviço
  • SERAFIM- BR fase 2
  • Encontro Jovens Médicos / Waynakay BR
  • Lentes de gênero e diretrizes Sager
  • Abordagem da violência sexual e do aborto legal: papel da APS
  • Simulação de cenários de atendimento em situações especiais
  • Dores comuns na APS: integrando os saberes “ocidentais” e “orientais”
  • Prática de saúde baseada em evidências na APS
  • Transtorno do espectro autista e desenvolvimento infantil na APS
  • Segurança do paciente
  • Validação da Lista Brasileira de Morbidades para Operacionalização da Multimorbidade

Uma interessante mistura no Centro-Oeste brasileiro

Cuiabá é a capital do estado brasileiro de Mato Grosso. Ele serve como o Centro Geográfico da América do Sul e forma a área metropolitana do estado, junto com a cidade vizinha de Várzea Grande. A cidade é uma mistura rica de influências européias, africanas e nativas americanas e numerosos museus refletem isso. Cuiabá também é notável por sua gastronomia, dança , música e artesanato. Conhecido como o “portão do sul da Amazônia” , Cuiabá experimenta um clima tropical quente e úmido. Pegue a cultura dos pantaneiros, adicione um pouquinho de costumes paraguaios, bolivianos e indígenas e mexa bem, no alegre rítmo do rasqueado, dança típica da região. Junte agora uma boa quantia de história de grandes fazendeiros e seus escravos, de bandeirantes em busca de ouro e de cidades praticamente abandonadas no passado. Salpique com muita beleza natural, tranquilidade e um clima deliciosamente quente. Essa é mais ou menos a receita que resultou no que hoje é a capital do Mato Grosso, Cuiabá.

centro de convenÇÕES do Pantanal

Conheça o melhor espaço para eventos em Mato Grosso

O Centro de Eventos do Pantanal possui o que existe de mais moderno, confortável e seguro em termos de espaços e equipamentos, incluindo uma unidade do Corpo de Bombeiros. Com uma arquitetura funcional e adequada às condições climáticas da região, possui uma área construída de 11.950 metros quadrados, divididos em três pisos nomeados como: Piso das Águas, no subsolo; Piso da Terra, no térreo  e Piso do Sol, no 1º andar. É composto por um pavilhão de feiras, cinco auditórios, 15 salas de aula, uma lanchonete e uma cozinha industrial, além de dois estacionamentos, um com capacidade para 1.500 veículos, destinado ao público que comparece aos eventos, e o outro, com 2.500m² específico para carga e descarga reservado para facilitar a logística de transporte. O principal espaço do Centro de Eventos do Pantanal é o Pavilhão das Nações. Com 3.740m² e pé direito de 12 metros de altura, este ambiente possui e um vão livre de 50 metros lineares e nenhum tipo de obstáculo visual, permitindo a realização de shows, exposições e feiras de grande público.


Promoção


Organização


48 3322-1021